Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

ENI descobre a maior jazida de gás do Mediterrâneo

  • 333

A ENI é o maior produtor estrangeiro de gás e petróleo em África

© Alessandro Bianchi / Reuters

A descoberta poderá suprir as necessidades de gás do Egito nas próximas décadas e reforçar a oferta na Europa

Cerca de 850 mil milhões de metros cúbicos de gás, o equivalente a 5,5 mil milhões de barris de petróleo, é a capacidade estimada do campo de gás natural que a petrolífera italiana ENI anunciou no domingo ter descoberto.

"Trata-se da maior descoberta de gás jamais feita no Egito e no mar Mediterrâneo. E poderá Tornar-se numa das maiores do mundo", disse a petrolífera detida a 30% pelo Estado italiano e também acionista da Galp.

Situada ao largo da costa do Egito, a jazida, batizada Zhor, tem uma área de 100 km2 e está a 1450 metros de profundidade. As perfurações feitas pela ENI chegaram aos 4131 metros de profundidade antes de o novo poço ter sido descoberto.

O Zhor é mais uma das grandes jazidas recentemente encontradas no Mediterrâneo, incluindo as da vizinha Israel. Os analistas preveem um grande impacto na economia da região nos próximos anos e mais um passo na diversificação da oferta para uma Europa, desejosa de se se libertar das importações de gás da Rússia.

A descoberta é também uma boa notícia para o Governo de Abdel Fattah Al-Sisi, uma vez que aumenta a oferta deste combustível no país e permite receitas que poderão compensar as perdas originadas pelos ataques terroristas levados a cabo pela célula local do Daesh.