Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Polícia italiana detém 10 suspeitos da morte de 52 imigrantes

Descarga no porto de Palermo do contentor com os corpos dos 52 imigrantes encontrados mortos num barco à deriva no Mediterrâneo

Gugliemo Mangiapane / Reuters

Os homens foram detidos em Palermo, acusados da morte de 52 imigrantes descobertos esta semana num barco à deriva no Mediterrâneo

Um barco da guarda costeira suíça atracou em Palermo esta quinta-feira, transportando mais de 500 migrantes, para além dos 52 mortos que foram descobertos esta semana numa embarcação à deriva no Mediterrâneo.

Esta manhã, a Polícia italiana confirmou a detenção de 10 pessoas suspeitas de estarem relacionadas com este caso, sob a acusação de homicídios e contrabando humano.

A guarda costeira italiana afirmou ainda ter resgatado cerca de 1400 pessoas junto à costa da Líbia esta quinta-feira, um dia depois de ter resgatado 3000 pessoas na mesma área no dia anterior.