Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Novo teste de sangue antecipa reincidência do cancro da mama

  • 333

O novo teste pode um dia até ajudar a impedir relapsos de cancro

SPL

Segundo um estudo publicado num jornal de medicina inglês, o Instituto de Investigação de Cancro de Londres acaba de desenvolver um novo teste sanguíneo que pode salvar a vida de muitas mulheres

Este é um teste que pode salvar vidas. Segundo um estudo publicado num jornal de medicina inglês (“Science Translational Medicin”), um novo teste para deteção de relapsos (reincidências) em casos de cancro da mama, desenvolvido pelo Instituto de Investigação de Cancro de Londres (ICRL), consegue detetar sinais de regresso do cancro oito meses antes dos médicos.

O teste seguiu 55 pacientes curadas de cancro da mama, das quais 15 tiveram relapsos. O novo teste previu a reincidência da dfoença em 12 desses casos.

Nos três casos restantes, o cancro tinha passado para o cérebro. Os investigadores suspeitam que a barreira protetora do órgão impediu que fragmentos de cancro entrassem na corrente sanguínea.

Para Nicholas Turner, este é um teste que pode levar a “que os tratamentos de cura como a quimioterapia comecem mais cedo”. O médico britânico também espera que um dia seja possível “detetar o regresso do canco cedo o suficiente, para impedir que ele volte” admitiu à BBC.

Contudo, ainda vai demorar algum tempo até que o teste esteja disponível em hospitais. Os investigadores do ICRL pretendem conduzir mais estudos para confirmar as suas descobertas, pensar em formas menos invasivas de fazer o teste e esperar que o preço nas análises de ADN aos tumores - parte integral do teste - baixe.

“É preciso tornar este teste suficientemente barato para ser usado como rotina, e isso nunca é simples”, confessa outro médico britânico, Nick Peel, citado pela BBC.