Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

O regresso a casa do britânico resgatado misteriosamente

  • 333

Ainda não se sabe como foi libertado, mas Bob Semple tornou a ser livre após 18 meses em cativeiro nas mãos da Al-Qaeda. História de um regresso a casa

Mais de seis mil quilómetros separavam Bob Semple da família. Foram 18 meses em que mais do que estar longe dos familiares, o britânico de 64 anos esteve refém da Al-Qaeda no Iémen. No passado fim de semana, numa operação militar, as forças dos Emirados Árabes Unidos conseguiram devolver a liberdade a Bob Semple. Agora já está nos braços dos seus.

“Estou encantado e aliviado por estar de regresso a casa em segurança e de me reunir com a minha família depois de tanto tempo”, contou Bob Semple em comunicado divulgado pelo ministério dos Negócios Estrangeiros, citado pelo jornal britânico “The Guardian”.

O britânico foi capturado em meados de fevereiro de 2014 na zona Este do Iémen. Trabalhava naquele país há 30 anos, num empresa de distribuição de gás e petróleo. Bob Semple era considerado um especialista no terreno.

“Eu e a minha mulher Sallie queremos agradecer a todas as pessoas que nos apoiaram durante todo este processo: especialmente ao ministério dos Negócios Estrangeiros, à Hostage UK [uma instituição de solidariedade], à policia, à nossa família, amigos e a todos os que nos desejaram a melhor das sorte. Por último, às forças militares dos Emirados Árabes Unidos, por me libertarem em segurança. Estamos incrivelmente agradecidos a todos vós.”

Agora, Bob Semple quer aproveitar o “ valioso tempo com a minha família”. “É ótimo estar em casa.”

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, anunciou no passado domingo a libertação de Bob Semple. Agradeceu às forças dos Emirados Árabes Unidos pela ajuda, mas os pormenores sobre como tudo aconteceu permanecem em mistério.

Do pouco que se sabe, Sample, após ter sido resgatado, foi levado para Áden, uma cidade costeira do Iémen. Daí partiu, no sábado à noite, para Abu Dhabi, capital do Emirados Árabes Unidos. Depois de ter sido assistido no hospital, por questões de segurança, Bob Semple voo para o Reino Unido.

Desde do rapto, que nada se ouviu de Semple, à exceção de uma breve mensagem por vídeo, datada de há um ano, publicado no Youtube, no entanto a autenticidade das imagens não foi comprovada.

“O meu nome é Bob Semple. Sou um trabalhador britânico de uma empresa de petróleo no Iémen, a Intracs Middle East Limited. Por favor, Reino Unido e Iémen, deixem-me voltar para a minha família. Estou cativo há sete meses e a minha situação não é nada boa. Penso que me vão matar em breve”, ouvia-se no vídeo, citado pelo “The Guardian”.