Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Estado Islâmico. Espanha e Marrocos fazem 14 detenções

  • 333

Foto de arquivo, que mostra combatentes do Daeh a desfilar em Raqqa, na Síria

AP

Numa operação conjunta, os dois países identificaram vários suspeitos de estarem ligados a uma rede de recrutamento de combatentes, a enviar para o Iraque e para a Síria

Numa operação conjunta, Espanha e Marrocos detiveram 14 pessoas, acusadas de recrutar voluntários para combaterem pelo autodenominado Estado Islâmico (Daesh).

As detenções foram efetuadas nos arredores de Madrid e em várias cidades marroquinas, escreve o “El Pais”, suspeitando as autoridades estar em causa uma rede organizada para enviar combatentes para a Síria e o Iraque.

A ação foi desencadeada depois de, na passada sexta-feira, Ayoub El-Khazzani, um cidadão marroquino, residente em Espanha, ter sido preso como autor de um atentado falhado num comboio de alta velocidade francês.

O jornal cita fontes ligadas às unidades de contraterrorismo espanholas, segundo as quais existem na Europa cerca de 800 radicais treinados pelo Daesh e preparados para organizar ataques, depois de terem regressado da Síria e do Iraque.