Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Síria. Ataques aéreos israelitas fazem seis mortos

  • 333

Quneitra localiza-se na zona desmilitarizada entre Síria e Israel

JALAA MAREY/ Getty Images

Ficaram ainda feridas sete pessoas. Este já foi considerado um dos bombardeamentos mais intenso na zona dos Montes Golã durante os quatro anos da guerra civil na Síria

Uma noite, madrugada e manhã de bombardeamentos. Foi assim que a província de Quneitra, no sudoeste da Síria, viveu as últimas horas. Pelo menos seis pessoas morreram e outras sete ficaram feridas, num episódio que está a ser considerado, segundo a agência Reuters, como um dos bombardeamentos mais pesados naquela zona fronteiriça levado a cabo por forças israelitas no contexto da guerra civil síria.

Esta sexta-feira de manhã, segundo avança a agência de noticias síria SANA, pelas 10h35 (menos 2h em Lisboa) um drone israelita atingiu um carro civil, que se encontrava a cerca de 50 metros de um mercado na vila de al-Koum, na província de Quneitra, Montes Golã. Morreram cinco pessoas, todas civis.

Mas os bombardeamentos tinham começado ao início da noite de quinta-feira. O primeiro aconteceu por volta das 18h30, com um helicóptero israelita a atingir o edifício da Direção dos Transportes e do Governo local. Não se registaram vítimas.

Cinco horas depois, aviões israelitas, noticiou a SANA, bombardearam um posto militar também na cidade de Quneitra, matando um soldado e ferindo outros sete.

Quneitra situa-se nos Montes Golã e está localizada na zona desmilitarizada entre Síria e Israel, a pouca distância da fronteira entre os dois países.