Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Estados Unidos confirmam morte do número dois do Estado Islâmico

  • 333

Fadhil Ahmad al-Hayali morreu terça-feira num ataque aéreo da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos no Iraque, avançou esta sexta-feira a Casa Branca

Fadhil Ahmad al-Hayali, também conhecido como Hajji Mutazz, “foi morto num ataque aéreo dos Estados Unidos a 18 de agosto enquanto viajava num veículo perto de Mossul, no Iraque", juntamente com Abu Abdullah, um operacional do autoproclamado Estado Islâmico (Daesh). A informação foi divulgada esta sexta-feira pelo porta-voz da Casa Branca, Ned Price, em comunicado.

A Casa Branca avançou que Hajji Mutazz era membro do conselho governativo do movimento jiadista e o “principal coordenador” do transporte de armas, explosivos, veículos e pessoas entre o Iraque e a Síria, tendo ainda sido chefe de operações no Iraque nos últimos dois anos.

“A morte de Al-Hayali terá um impacto adverso nas operações do Daesh, em virtude da sua influência nas finanças, media, operações e logística”, declarou ainda Ned Price.

Também no mês passado morreu na Síria um líder sénior do Daesh, na sequência de um ataque da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos. Mais de dez mil jiadistas foram mortos desde que a coligação iniciou, no verão passado, a sua campanha contra o movimento terrorista que estabeleceu um califado no Iraque e na Síria.