Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Fogo de artilharia entre Coreias

  • 333

Soldado sul-coreano comunica por rádio na zona desmilitarizada que separa as duas Coreias, em Yeoncheon

YONHAP / Reuters

Tensão entre Coreia do Norte e Coreia do Sul aumenta junto à fronteira. Conselho de Segurança Nacional da Coreia do Sul reunido

A Coreia do Sul decidiu retaliar fogo sobre a sua rival do Norte. O anúncio foi feito esta quinta-feira pelo ministro da Defesa sul-coreano, sem avançar mais pormenores. Sabe-se apenas que Seul resolveu responder ao disparo de um projétil na direção de um altifalante sul-coreano. Até ao momento, não há indicações de que a Coreia do Norte tenha respondido.

A tensão tinha-se agravado nas últimas semanas, depois de dois soldados sul-coreanos terem ficado gravemente feridos por terem pisado minas terrestres numa zona desmilitarizada. Foi na sequência desses acontecimentos que a Coreia do Sul decidiu aumentar as emissões de propaganda contra a Coreia do Norte, através dos altifalantes que estão instalados na fronteira.

Esta área de fronteira tem 80 habitantes, que foram deslocados e não há relatos de feridos. Na cidade mais próxima, Yeoncheon, foi pedido aos habitantes que permanecessem em casa.

É a primeira vez que se regista esta troca de artilharia entre os dois países vizinhos, depois de em outubro de 2014 ter havido uma troca de disparos entre militares, quando soldados norte-coreanos tomaram a iniciativa de se aproximarem da fronteira com a Coreia do Sul.