Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Disparos e detenções junto ao palácio governamental turco

  • 333

A polícia já se encontra no local, tendo fechado o acesso à área

MURAD SEZER / REUTERS

Dois homens estão já sob custódia das autoridades. Tinham armas automáticas e granadas na sua posse

Uma explosão e disparos foram ouvidos esta quarta-feira junto ao palácio otomano de Dolmabahçe, em Istambul, na Turquia. As primeiras informações apontavam para a inexistência de vítimas, mas entretanto soube-se que um polícia sofreu ferimentos ligeiros - os guardas turcos foram salvos pelo vidro à prova de balas, que resisitu aos tiros e a duas granadas.

A zona em causa trata-se de uma das principais atrações turísticas da cidade e acolhe os gabinetes do governo. “Um grupo terrorista atacou os guardas do palácio de Dolmabahçe com granadas, pistolas e armas automáticas. Capturámos os dois terroristas na posse de várias destas armas. É importante ripostar contra a ação destes grupos”, avançou o porta-voz do governador de Istambul.

Segundo a CNN Turk, os suspeitos foram detidos quando fugiam na direção do consulado alemão. Os “media” locais apontam para o envolvimento no ataque da Frente Revolucionária de Libertação do Povo (DHKP-C).