Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Alemanha é a nova “dona” de 14 aeroportos gregos

  • 333

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras,assiste ao debate dos deputados a 14 de agosto, dia em que foi aprovado o 3º resgate pelo Parlamento de Atenas

CHRISTIAN HARTMANN/REUTERS

O consórcio alemão Fraport-Slentel venceu a primeira privatização feita pelo Governo de Alexis Tsipras. Daqui para a frente quem vai mandar nos aeroportos de Salónica, a segunda maior cidade da Grécia, e das ilhas de Corfu, Rodes, Kos, Samos e Santorini, entre outras, é uma empresa do país de Angela Merkel

Ironia do destino, ou simples dramaturgia do capitalismo internacional, são alemães os novos concessionários de 14 aeroportos gregos. De acordo com a agência de notícias grega AMNA, o acordo para a venda da concessão de “14 aeroportos regionais ao consórcio Fraport-Slentel , por 1,23 mil milhões de euros, foi publicado no Diário do Governo” da Grécia, esta terça-feira. Esta é a primeira privatização feita pelo “governo SYRIZA e faz parte do memorando que foi ratificado pelo Parlamento” de Atenas, na última sexta-feira,14 de agosto.

Desta forma, de agora em diante, são os alemães que no próximo meio século vão garantir o funcionamento do aeroporto de Salónica, a segunda maior cidade da Grécia, bem como os das conhecidas ilhas de Corfu, Rodes e Santorini. O aeroporto de Kos - a ilha que tem sido tão falada por causa da crise dos refugiados e migrantes - também passa a ser propriedade da Fraport-Slentel.

Os outros nove aeroportos que passam para as mãos dos alemães são os de Chania, Kefalonia, Zakynthos, Aktion, Kavala, Samos, Mitilene , Mykonos e Skiathos.

Quando venceu as eleições de 25 de janeiro deste ano, Alexis Tsipras, prometeu cancelar o programa de privatizações na Grécia. Meses mais tarde, teve de voltar atrás, para garantir a permanência no país na zona euro e conseguir fazer “aprovar o terceiro resgate, de 86 mil milhões de euros”, lembra o jornal grego Ekathimerini. Sem este empréstimo, o país entraria em incumprimento.

O consórcio Fraport-Slentel detém a gestão de vários aeroportos em todo o mundo, entre eles o de Frankfurt, um dos aeroportos com mais movimento no continente europeu.