Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Hora nova na Coreia do Norte. Os relógios regressam ao ano 1900

  • 333

RONDONG SINMUN

A mudança marca o 70º aniversário da libertação do domínio japonês. Agora, em vez das ‘velhas’ nove horas, só 8h30 separam Portugal da Coreia do Norte

Às 0h00 deste sábado os relógios da Coreia do Norte andaram para trás para comemorar o 70º aniversário da libertação do país no final da II Guerra Mundial. Por ordem do todo poderoso ditador Kim Jong-un, os relógios voltaram a marcar 23h30, como forma de afirmar a soberania do país mais fechado do mundo.

Na capital do país, Pyongyang, os sinos tocaram para festejar a nova hora. A medida tinha sido anunciada na semana passada. “Acho que é o direito legítimo de um Estado soberano , como é a nossa república - para marcar o 70º aniversário da libertação do imperialismo japonês - anunciar o nosso fuso horário como Hora de Pyongyang, a mesma que os nossos antepassados usavam e que nos foi roubado pelo imperialismo japonês”, explicou Jong Sok, diretor de astronomia do país, citado pela AP.

No início do século XX, quando as duas Coreias ainda eram um só país, o fuso horário era de mais de oito horas e meia do que no meridiano de Greenwich. Em 1910, a Coreia foi anexada pelo Japão, e adotou a hora de Tóquio, ou seja mais nove horas do que a de Greenvwich.

Em 1945, no final da II Guerra Mundial, o país foi ocupado pelos EUA e pela já desaparecida União Soviética, que repartiram o território, originando o aparecimento da Coreia do Norte e da Coreia do Sul.

Os dois novos Estados mantiveram a hora imposta por Tóquio, aquando da anexação, até ao dia em que Kim Jong-un decidiu fazer uma nova e excêntrica afirmação de soberania. Setenta anos depois, os relógios de Pyongyang, regressaram à hora que marcavam no início do século passado. No entanto, parece que a decisão se apoia em preceitos científicos: "Com o fuso horário que tínhamos até agora, a hora a que o sol atingia o seu ponto mais alto não era exatamente ao meio-dia”, explica Sok, diretor de astronomia do país, citado pela Associated Press.

Até agora, Portugal e a Coreia do Norte estavam separados por nove horas. Com a mudança, a hora de Pyongyang passa a ser oito horas e meia à frente de Lisboa, portanto, quando por cá forem 12h, lá são 20h30.

O anúncio da mudança de hora foi feito há uma semana pelo líder da Coreia do Norte Kim Jong-un. Na altura, a KNCA, agência de notícias do estado norte-coreano, argumentou que durante o período da ocupação “os imperialistas cometeram crimes imperdoáveis como privar a Coreia de usar a sua hora standard”.