Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Grécia: Comissão Europeia tem plano B preparado

  • 333

Os documentos para um empréstimo transitório à Grécia estão preparados, para o caso de isso ser pedido pelos ministros das Finanças da zona euro. No entanto, a comissão mantém a esperança de que o acordo seja aprovado rapidamente

A Comissão Europeia espera que o terceiro programa de resgate à Grécia seja aprovado rapidamente, mas preparou os documentos para um empréstimo transitório caso isso seja pedido pelos ministros das Finanças da zona euro, indicou hoje uma porta-voz.

Annika Breidthardt disse aos jornalistas que a Comissão está preparada para dois cenários, na véspera de uma reunião decisiva do Eurogrupo.

"Apresentámos os documentos para o Mecanismo Europeu de Estabilidade", que garante ajuda financeira aos países da zona euro e que vai desembolsar a primeira tranche em caso de acordo, "mas também uma potencial utilização do Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira, um outro organismo que seria responsável por conceder um financiamento transitório, caso a Grécia necessite, afirmou.

No início da semana, a Grécia e os credores alcançaram um acordo técnico para um programa de assistência financeira no valor de 85 mil milhões de euros, mas Atenas, que enfrenta problemas de liquidez, tem de pagar ao Banco Central Europeu (BCE) 3,4 mil milhões de euros a 20 de agosto.

O Parlamento grego deverá aprovar o acordo antes da reunião de sexta-feira dos ministros das Finanças da zona euro e depois vários parlamentos nacionais terão de se pronunciar para que a primeira tranche do empréstimo seja disponibilizada antes de 20 de agosto.

"O cenário principal é a aprovação do programa pelo Eurogrupo e o pagamento da primeira prestação até 19 de agosto", referiu fonte europeia citada pela AFP.

Mas, o Ministério das Finanças alemão já fez saber que vai levantar algumas questões no Eurogrupo, que pode decidir que precisa de mais tempo para discutir o programa, sendo então necessário o tal 'empréstimo-ponte'.

Os documentos necessários para esse fim foram preparados como "medida de contingência" e a pedido de responsáveis dos ministérios das Finanças dos 28, que tiveram uma conferência telefónica na quarta-feira, explicou a porta-voz, acrescentando que a Comissão "prefere um acordo antes de 20 de agosto".

O Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira, um organismo de ajuda financeira que abrange o conjunto dos 28 países da União Europeia, já concedeu um empréstimo transitório à Grécia de 7 mil milhões de euros em julho, mas com garantias exigidas pelos países que não integram a zona euro e que querem estar protegidos de riscos.