Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Menos pressa, mais ponderação: um recado da Alemanha para os negociadores com a Grécia

  • 333

RONEN ZVULUN / Reuters

“A qualidade vem antes da rapidez”, diz o porta-voz da Schaüble. Porta-voz de Merkel também faz declarações no mesmo sentido

Menos pressa, mais ponderação. A Alemanha considera que é mais importante ter um acordo “exaustivo” entre a Grécia e os credores do que um acordo concluído rapidamente.

"Uma conclusão rápida das negociações seria desejável, mas não devemos esquecer que se trata de um programa de três anos, um programa com uma importante lista de reformas e outras medidas, um programa que deve ser uma base sólida e de longo prazo para se continuar a trabalhar em conjunto", declarou o porta-voz da chanceler Angela Merkel, Steffen Seibert, em declarações aos jornalistas.

"Em consequência, (...) ser exaustivo é mais importante do que a rapidez", acrescentou, num altura em que a Grécia e os credores parecem estar próximo de um acordo.

Jürg Weissgerber, porta-voz do ministro das Finanças, Wolfgang Schäuble, também repetiu que "a qualidade vem antes da rapidez". No entanto, "estamos preparados para uma análise rápida do acordo se isso for necessário", indicou, acrescentando que até agora ainda não foi apresentado qualquer documento.

A Alemanha quer que o acorda inclua "um programa orçamental e de financiamento ambicioso, uma estratégia de privatizações credível e uma reforma das pensões durável".

Depois de terem aprovado em julho o compromisso alcançado na cimeira da zona euro para negociações sobre um terceiro programa de assistência à Grécia, os deputados alemães serão chamados a votar de novo o acordo que sair das conversações entre a Grécia e a Comissão Europeia, Banco Central Europeu, Fundo Monetário Internacional e o Mecanismo Europeu de Estabilidade.