Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Mais de 300 migrantes resgatados em novas operações de socorro em Itália

  • 333

Um dos passageiros resgatados pelos Médicos Sem Fronteiras, bebe água durante a viagem entre a Líbia e o porto da Sicília

DARRIN ZAMMIT LUPI/ REUTERS

No Mediterrâneo, milhares de pessoas continuam a tentar chegar à Europa, em barcos improvisados e sobrelotados. Só no domingo, a guarda costeira italiana foi forçada a intervir três vezes

Sem mãos a medir, as embarcações da guarda costeira italiana continuam a somar operações de socorro, tendo - só no domingo - resgatado um total de 345 migrantes no Mediterrâneo, não muito longe da Líbia. As pessoas assistidas viajavam em três lanchas pneumáticas, que emitiram um sinal de alerta.

Também no domingo, dois navios da organização Médicos Sem Fronteiras transportaram para terra firme mais de 500 pessoas. Foi o caso do grupo de 316 migrantes auxiliado no canal da Sicília, depois de o barco onde tentavam a travessia ter naufragado na quarta-feira, matando pelo menos 25 ocupantes, e de um outro, com 241 pessoas, resgatadas na sexta-feira.

Segundo o último balanço, mais de 188 mil migrantes foram regatados do Mediterrâneo em 2015, tendo mais de 2.000 perdido a vida, de acordo com a Organização Internacional para as Migrações.