Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Bruxelas desembolsa 20 milhões para a crise em Calais

  • 333

FOTO MATHIEU CUGNOT/EPA

Comissário europeu diz que está confiante na capacidade da França e do Reino Unido para gerirem a situação em Calais. Mas reconhece que todos necessitam de fazer mais” para enfrentar a crise migratória

O comissário europeu da Imigração, Dimitris Avramopoulos, anunciou esta terça-feira o desembolso de 20 milhões de euros para França, medida destinada a responder à crise migratória em Calais. Este montante junta-se aos 27 milhões de euros já aprovados para o Reino Unido.

“Nem a França nem o Reino Unido solicitaram ajuda adicional e devo dizer que tenho completa confiança na capacidade dos dois países para gerirem a situação”, afirmou Dimitris Avramopoulos, na sequência de conversas telefónicas “construtivas” com os ministros do Interior de França, Bernard Cazeneuve, e do Reino Unido, Theresa May.

Segundo o comissário, a situação em Calais, onde milhares de migrantes e refugiados tentam passar o Eurotúnel que liga França à Grã-Bretanha, constituiu uma “peça de um puzzle que exige um conjunto mais abrangente de respostas”.

“Estamos a enfrentar uma crise migratória de proporções extraordinárias que está muito ligada aos conflitos que ocorrem na larga periferia da Europa (...). Mas temos que fazer mais. Temos que atuar de forma unida frente a um problema que ultrapassa fronteiras”, declarou Dimitris Avramopoulos.

Sublinhando que a cooperação e a solidariedade europeias são fundamentais, o comissário defendeu a necessidade da União Europeia colaborar de forma mais estreita com os países de origem e trânsito dos migrantes, nomeadamente a Agência de Controlo das Fronteiras Externas da União Europeia (Frontex).

Dimitris Avramopoulos referiu ainda que é vital salvar vidas e travar o tráfico humano, além de levar adiante a estratégia de longo prazo no fortalecimento do sistema europeu de asilo e o serviço de fronteiras.

“Espero resultados concretos da Cimeira com os países africanos que decorrerá em Valeta, entre os dias 11 e 12 de novembro”, rematou.