Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Merkel planeia candidatar-se a um quarto mandato como chanceler

  • 333

A chanceler alemã ocupa o cargo desde 2005. Helmut Kohl foi chanceler durante 16 anos

AXEL SCHMIDT/REUTERS

A revista alemã "Der Spiegel" avança este sábado que Angela Merkel já se reuniu com o partido para decidir a estratégia da campanha e que já estão a ser recrutados os primeiros membros do staff. As eleições são em 2017

Angela Merkel planeia candidatar-se a um quarto mandato como chanceler alemã, segundo avança este sábado a revista “Der Spiegel”, que acrescenta que Merkel já se reuniu com o partido para decidir a campanha para a sua reeleição em 2017.

Peter Tauber, secretário-geral do partido dos democratas cristãos (CDU), recusou comentar a notícia avançada pela “Der Spiegel”, segundo a Reuters. Merkel também não fez nenhum comentário público sobre a possível intenção de permanecer à frente do governo alemão por mais um mandato.

Sem citar nenhuma fonte, a revista escreve que Merkel decidiu candidatar-se novamente em 2017 e que já teve uma reunião interna com o secretário-geral do partido para decidir a estratégia da campanha.

“Como resultado dessa reunião, os primeiros membros do staff para a campanha já estão a ser recrutados", escreve a “Der Spiegel”, citada pela Reuters.

Nessa reunião terá ficado decidido que a campanha vai ser gerida internamente pelo partido, e não por qualquer outra entidade externa. Esse foi o mesmo método usado para a reeleição de Gerhard Schröder, do partido social-democrata alemão (SPD), para o cargo de chanceler, que ocupou entre 1998 e 2005, de acordo com a "Deutsche Welle".

Na Alemanha não há limite de mandatos. Helmut Kohl ocupou o cargo durante 16 anos até ter perdido quando se recandidatava ao quinto mandato. Gerhard Schröder, do SPD, foi eleito chanceler em 1998. Segundo a agência Reuters, nenhum dos dois chegou a ter a popularidade de Merkel, que ocupa o cargo desde 2005.

Há dois anos falou-se na possibilidade de demissão de Merkel, mas isso foi negado pelo seu porta-voz, Steffen Seibert, que então disse que a chanceler iria decidir sobre uma possível recandidatura numa altura já perto das eleições em 2017. A revista diz que Merkel irá anunciar publicamente a sua decisão no início do próximo ano.