Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Obama quer que o seu “melhor parceiro” fique na União Europeia

  • 333

Yuri Gripas/Reuters

“Ter o Reino Unido na União Europeia dá-nos muito mais confiança sobre a força da nossa união transatlântica”, afirma o Presidente norte-americano numa entrevista à BBC, a propósito do referendo que deverá realizar-se em 2017

Barack Obama quer ter a certeza de que o Reino Unido irá manter-se na União Europeia, considerando que a permanência do seu “melhor parceiro” na instituição dará aos Estados Unidos maior confiança sobre a solidez da “união transatlântica” e da estabilidade e prosperidade do planeta.

“Ter o Reino Unido na União Europeia dá-nos muito mais confiança sobre a força da nossa união transatlântica, e é parte da pedra de toque das instituições criadas após a II Guerra Mundial, que tornaram o mundo muito mais seguro e prospero. Nós queremos certificarmo-nos de que o Reino Unido continua a ter essa influência”, disse o Presidente norte-americano, .

As declarações foram proferidas numa entrevista transmitida pela BBC, na quinta-feira à noite, tendo como pano de fundo o referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia, que o primeiro-ministro David Cameron pretende levar a cabo em 2017.

O chefe do Governo britânico tem indicado que à partida irá fazer campanha a favor do sim, mas ressalva que a sua posição sobre o assunto estará dependente dos resultados das negociações que irá, entretanto, levar a cabo sobre os moldes em que o Reino Unido irá permanecer dentro da União Europeia. Elemento que surge como um fator de pressão negocial.

Obama considera que o Reino Unido é o seu melhor parceiro, devido ao seu voluntarismo para projetar o poder para lá dos “seus interesses próprios para fazer um mundo mais ordeiro e seguro”.

Estas declarações procuram manifestamente influenciar os eleitores britânicos, indicando-lhes que a sua permanência na instituição europeia lhes dará uma maior preponderância e influência dentro do cenário das relações internacionais.