Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

EUA matam comandante das operações suicidas da Al-Qaeda

  • 333

YAHYA ARHAB / EPA

O ataque ocorreu há duas semanas e, segundo o secretário da Defesa norte-americano, outros dois outros “extremistas violentos” foram também abatidos

Abu Khalil Al-Sudani, “um destacado comandante operacional da Al-Qaeda”, foi morto num ataque liderado pelos Estados Unidos. A informação é do próprio secretário da Defesa norte-americano, Ashton Carter, que se encontra em visita oficial ao Iraque.

“A morte de Al-Sudani vai prejudicar as operações da Al-Qaeda em todo o mundo”, disse Carter, acrescentando que o ataque ocorreu no último dia 11 de julho.

O terrorista - um destacado membro da ‘shura’ (conselho consultivo muçulmano) -, era líder de operações bombistas suicidas do grupo extremista e, segundo Carter, estava diretamente envolvido em planos de ataques contra os EUA.

O diplomata disse ainda que outros dois “extremistas violentos” foram mortos no ataque - no distrito Bermal, na província de Paktika -, mas não revelou os seus nomes.

“Vamos continuar a combater o terrorismo na região e no mundo”, garantiu Carter.