Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

O “Motoqueiro Fantasma” que mata os bandidos é afinal um boato

  • 333

Polícia brasileira alerta que o justiceiro é pura invenção. No Facebook, apelidam-no de herói e querem que faça o trabalho das autoridades

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Um homem com uma máscara preta, roupa da mesma cor, corrente pendurada ao pescoço que só atua durante a noite e mata assaltantes de bombas de gasolina. Os feitos deste herói misterioso, apelidado de “Motoqueiro Fantasma”, têm sido ampliados pelas redes sociais nos últimos dias no Brasil. Mas esta quinta-feira as autoridades de Teresina, no estado de Piauí, declararam que o motoqueiro não passa de um boato espalhado na internet.

Os cidadãos daquela cidade do norte do país é que não querem acreditar que o seu herói seja apenas um mito urbano e pedem ao justiceiro faça o trabalho da polícia. Desde o início da semana, mais de 300 mil pessoas partilharam as fotos do homem mascarado no Facebook. E deixam comentários como este: “Brasília está esperando você, meu jovem justiceiro”.

Segundo dezenas de sites e blogues brasileiros, o “Motoqueiro Fantasma” (uma personagem do universo da banda desenhada, mais precisamente da Marvel) teria sido o responsável pela morte de um dos dois homens que tentaram assaltar uma bomba de gasolina da cidade, no dia 5 de julho. Tendo fugido depois dos disparos. A polícia nega e suspeita que o autor dos tiros seja um segurança da região, que se terá já apresentado às autoridades, foi ouvido e responderá em liberdade. E não um misterioso herói de máscara e correntes.

O assunto saltou depressa de imprensa regional para a nacional. Em declarações ao jornal “Globo”, o delegado Francisco Barêtta, coordenador da Delegacia de Homicídios de Teresina, é categórico: “Isso é uma irresponsabilidade muito grande. Como se não bastasse a violência quotidiana, a população agora tem que conviver com essas historinhas. Não passa de um boato irresponsável, pois todos os homicídios ocorridos na capital nós temos a identificação do autor ou informações preliminares, mas nenhum jamais tem ligação com essa bobagem”, afirmou.

De acordo com o delegado, será instaurado um inquérito para investigar de onde partiu o boato. “Iremos apurar para saber de onde partiu o assunto, pois isso nunca ocorreu em Piauí. A população pode ficar tranquila, pois não existe nenhum motoqueiro fantasma ou justiceiro”, explicou Barêtta.