Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Pressão para aceitar novo resgate leva deputada do Syriza às lágrimas

  • 333

Parlamento grego aprova esta sexta-feira a nova proposta para os credores, que prevê um pacote de austeridade de €13 mil milhões em troca de um terceiro resgate. Durante a sessão parlamentar, uma deputada do Syriza emocionou-se

PANTELIS SAITAS / EPA

“Como irei eu conseguir levantar este tremendo peso moral?”, questionou a deputada Panagiota Dritseli, face ao novo plano de resgate do primeiro-ministro, Alexis Tsipras, que é votado esta sexta-feira no parlamento grego

Panagiota Dritseli, deputada do Syriza de 33 anos, emocionou-se e chorou perante a pressão para seguir a indicação do líder do seu partido de votar a favor de um novo plano de resgate financeiro à Grécia - que traz mais austeridade, entre cortes e aumentos de impostos.

“Como irei eu conseguir levantar este tremendo peso moral?”, disse a deputada, entre o ambiente de tensão existente esta sexta-feira no parlamento grego, antes de a proposta ir a votação.

O primeiro-ministro, Alexis Tsipras, esteve reunido com os deputados dos partidos da coligação governamental para lhes apelar que apoiem o plano do novo resgate de 13 mil milhões de euros, que foi enviado quinta-feira à noite aos credores.

“Nós estamos a ser confrontados com decisões cruciais”, disse o primeiro-ministro grego. “Nós temos um mandato para arranjar um melhor acordo do que o último que nos foi apresentado pelo Eurogrupo, mas certamente não nos deram um mandato para levar a Grécia para fora da zona euro”, acrescentou.

Mesmo que alguns dos deputados dos partidos da coligação (Syriza e Gregos Independentes) não votem a favor, o plano deverá ser aprovado, pois os partidos da oposição já se manifestaram a favor.