Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Protesto na Nicarágua acaba em confrontos entre manifestantes e polícia

  • 333

Os conflitos entre a polícia e os manifestantes ocorreram na capital da Nicaragua, Manágua

Mario López/EPA

A caminho das eleições de 2016, os manifestantes pedem a alteração nas regras eleitorais no país, defendendo mais transparência e acusando o atual presidente Daniel Ortega de enviesar as regras para permanecer no cargo

A polícia de choque interveio num protesto em Manágua, capital da Nicarágua, esta quarta-feira. Os manifestantes pediam alterações nas regras eleitorais, antes das eleições de 2016, nas quais existe uma grande probabilidade de o atual presidente, Daniel Ortega, ser reeleito para um terceiro mandato consecutivo.

Segundo os manifestantes, as regras em vigor favorecem o partido no poder – a Frente Sandinista de Libertação Nacional (FSLN) – que tem como líder Daniel Ortega.

Durante os protestos na capital, as barreiras colocadas em torno da comissão de eleições foram forçadas, levando a polícia a intervir com bastões contra os manifestantes. Foram feitas algumas detenções, segundo a Al-Jazeera, sem que haja, no entanto, informações sobre o número de pessoas em causa.

Eduardo Montealegre, do Partido Liberal Independente (PLI), da oposição, disse aos jornalistas que os manifestantes não vão desistir das suas exigências. “Vamos estar todos aqui para dizer à Nicarágua que isto é um abuso de poder e que, mais cedo ou mais tarde, o povo vai perceber isso”, afirmou Montealegre, citado pela Reuters.

Os manifestantes que estão contra Ortega pedem que passe a haver mais transparência na votação, acusando o atual presidente de ter enviesado as regras para continuar no cargo.