Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

“Somos todos responsáveis por esta crise”, diz o Presidente do Conselho Europeu

  • 333

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, à conversa com Merkel. Tusk assumiu que são todos responsáveis pela crise grega

OLIVIER HOSLET/EPA

“Temos cinco dias para chegar a acordo. Não podemos perder mais tempo”, disse Donald Tusk, em Bruxelas. No próximo domingo, 12 de julho, os dirigentes europeus decidem o futuro da Grécia e da zona euro

"Temos cinco dias para procurar chegar a um acordo", disse Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu numa declaração curta e sucinta à imprensa, às 22h40 [hora de Bruxelas] desta terça-feira. Não há mais tempo a perder, porque todos "temos responsabilidades na crise" que se abate sobre a Grécia.

Donald Tusk fez uma declaração em cinco pontos: Começou por dizer que a reunião de emergência desta terça-feira "serviu para discutir a situação grave" que a Grécia está a viver. 

Em seguida Tusk confirmou que Alexis Tsipras apresentou uma proposta aos parceiros europeus que tem "três pontos condicionais"; os pontos não foram mencionados. Tusk prosseguiu dizendo que os parceiros "concordaram" que iriam analisar a proposta apresentada pelo chefe do Executivo da Grécia.

9 de julho: o dia D do plano Tsipras

A próxima quinta-feira, 9 de julho, "ao fim da tarde", é a hora limite anunciada por Donald Tusk, para Tsipras entregar o seu plano alternativo aos credores. Acrescentou que os credores estão disponíveis para analisar "urgentemente se é possível alcançar as bases de um acordo".

O presidente do Conselho Europeu terminou a sua intervenção dizendo que os parceiros reúnem de novo no domingo 12 de julho, numa cimeira que decidirá o futuro da Grécia.