Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Obama telefonou a Merkel para pedir acordo com Tsipras

  • 333

FOTO MICHAEL KAPPELER/GETTY

Foi dia de telefonemas na Casa Branca para destinos europeus: Obama ligou a Tsipras e a Merkel. Chanceler diz que que ainda não há “base para as negociações” entre os credores e a Grécia

O Presidente norte-americano, Barack Obama, falou esta terça-feira ao telefone com a chanceler alemã, Angela Merkel, sobre a crise da dívida da Grécia, antes das negociações com o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, indicou a Casa Branca.

"Continuamos a encorajar todas as partes a participarem de forma construtiva nas negociações", disse o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, renovando apelos para um acordo entre Atenas e os seus credores internacionais.

Horas antes, o chefe de Estado norte-americano falou também por telefone com Tsipras, tendo desejado uma solução feliz para as negociações com os seus parceiros europeus.

A Grécia pretende acordar um novo programa de resgate, o terceiro desde 2010, e Merkel afirmou, à chegada a uma cimeira de emergência em Bruxelas, que "ainda não temos uma base para as negociações".

Washington tem repetidamente instado Atenas e os seus credores a chegarem a um compromisso, quando o país se debate com uma dívida de 320 mil milhões e se teme que possa ser expulso da Zona Euro.

Os responsáveis da União Europeia e da Grécia precisam "de chegar a acordo sobre um pacote de reformas e financiamento que permita à Grécia encaminhar-se para a sustentabilidade da dívida, mas também para o crescimento económico", disse Earnest à imprensa na segunda-feira.

Também na segunda-feira, Obama falou por telefone com o Presidente francês, François Hollande, sobre a crise grega, concordando ambos que um acordo "exigirá cedências difíceis de todas as partes", segundo a Casa Branca.