Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Presidente da Grécia pede união "no difícil caminho do dia seguinte" ao referendo

  • 333

FOTO Getty Images

Prokopis Pavlópulos apelou à participação no referendo depois de votar num subúrbio do norte de Atenas

O presidente da Grécia, Prokopis Pavlópulos, pediu hoje aos cidadãos para permanecerem "unidos" no "difícil caminho" que se avizinha, independentemente da opção que for escolhida hoje no referendo sobre a proposta dos credores internacionais em troca do resgate.

"Hoje é o dia em que as pessoas são chamadas a pronunciar-se, colocando o seu poder discricionário no interesse público e no interesse nacional. Repito o que disse, várias vezes. O caminho difícil no dia seguinte devemos fazê-lo juntos", disse Pavlópulos depois de votar num subúrbio do norte de Atenas.

O conservador Prokopis Pavlópulos, que como chefe de Estado não falou publicamente sobre o 'Sim' ou o 'Não' ao acordo, defendeu, contudo, a participação no referendo.

Antes do presidente votaram vários ex-primeiros-ministros, todos apoiantes do 'Sim', incluindo o último primeiro-ministro, o conservador Andonis Samaras.

As mais de 19 mil assembleias de voto abriram às 07h00 (05h00 em Lisboa) e fecham às 19h00 (17h00 em Lisboa), antecipando-se uma longa noite para os líderes europeus e para os principais atores financeiros.

Os primeiros resultados devem ser conhecidos a partir das 19h00 portuguesas.