Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Bancos gregos podem reabrir na terça-feira

  • 333

FOTO JEAN-PAUL PELISSIER/REUTERS

A presidente da União Grega de Bancos fala numa "alta probalidade" de reabertura o mais tardar até quarta-feira. O nível de restrição ao levantamento de dinheiro dependerá da liquidez existente.

A presidente da União Grega de Bancos, Luka Katseli, disse hoje que há uma "alta probabilidade" dos bancos abrirem na terça-feira, ou o mais tardar na quarta-feira, ainda que seja sob controlo de capitais.

Em declarações à estação televisiva privada Mega, Katseli acrescentou que o nível de restrição ao levantamento de dinheiro dependerá da liquidez existente na terça-feira, e que esta, pode por sua vez ser determinada pelas decisões do Banco Central (BCE), que serão conhecidas na segunda-feira.

O Conselho de Governadores do BCE reúne-se na segunda-feira para decidir se oferece ou não liquidez aos bancos gregos através do mecanismo de empréstimos de emergência, congelados na semana passada.

Katseli lembrou que o decreto-lei, que, entre outras restrições, prevê levantamentos máximos de 60 euros das caixas eletrónicas, termina na segunda-feira à noite, salientando não haver dinheiro suficiente disponível.

"A solvência dos bancos gregos está a ser controlada pelo BCE. Quanto mais cedo voltamos ao normal, mais depressa evitaremos situações desagradáveis no futuro", disse.

Katseli negou categoricamente informações divulgadas no Financial Times, segundo o qual há planos para confiscar dinheiro a depósitos superiores a 8.000 euros.
O Ministério das Finanças classificou a publicação como "uma provocação", que prejudica o referendo de domingo e o veredicto popular e pediu ao jornal para retirar essas afirmações.