Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

A infografia que explica as consequências do “sim” e do “não”

  • 333

Varoufakis já disse que se demite se o “sim” vencer no referendo de domingo, Tsipras diz que o “não” dá mais poder negocial ao seu Governo, Bruxelas diz que a posição grega fica “dramaticamente enfraquecida” se o “não” vencer. Afinal, como será depois de domingo? Temos uma infografia que analisa os tentáculos do “sim” e do “não”

Ninguém sabe exatamente o que esperar para a próxima segunda-feira. Na ressaca do referendo, será necessário perceber o que continua em cima da mesa de negociações e o que já não volta atrás, bem como quem liderará a equipa de negociações grega. É a isso que o gráfico em cima tenta responder, ilustrando os vários cenários que a Grécia poderá enfrentar nos próximos meses. Isto se o referendo se vier mesmo a realizar − mas já lá iremos.

Esta quinta-feira, o ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis, confirmou o que já tinha dado a entender em entrevistas anteriores: que abandonará a sua pasta caso o "sim" saia vencedor. Em entrevista ao canal de televisão da Bloomberg, Varoufakis foi taxativo quando lhe perguntaram se continuará a ser ministro na segunda-feira à noite, em caso de vitória do "sim": “Não serei”, disse.

Fica por esclarecer qual é ao certo a posição dos restantes ministros neste momento, nomeadamente a do primeiro-ministro, Alexis Tsipras, em caso de derrota. Cairá o Governo? E caso vença o "não", o que poderá ser negociado? Mais perguntas que ficam sem resposta, no mesmo dia em que três deputados do parceiro menor da coligação governamental, os Gregos Independentes (ANEL), declararam que irão contra a corrente dominante no seu partido e votarão "sim" no domingo.

A confusão na Grécia estendeu-se às sondagens. Há estudos a darem a vitória ao sim e outros a darem a vitória ao não. De qualquer forma, parece certo que os gregos estão muito divididos quanto ao que fazer no referendo de domingo, cuja pergunta versa assim: "Deverá ser aceite o projeto de acordo que foi apresentado pela Comissão Europeia, o Banco Central Europeu e o Fundo Monetário Internacional no Eurogrupo de 25.06.2015 e que consiste em duas partes, que constituem a sua proposta unificada? O primeiro documento intitula-se 'Reformas para a Conclusão do Presente Programa e Mais Além' e o segundo 'Análise Preliminar à Sustentabilidade da Dívida'".

Apoiantes do "nai", que se pronuncia "né" e significa "sim"

Apoiantes do "nai", que se pronuncia "né" e significa "sim"

YANNIS BEHRAKIS / Reuters

  • Varoufakis demite-se se o “sim” vencer

    Ministro grego concedeu duas entrevistas relevantes: numa assume que sairá se o referendo der “sim” , na outra vai mais longe - é o Governo inteiro que poderá fazer como ele. Executivo grego acredita que terá palavra negocial mais forte se o “não” vencer

  • Confusão na Grécia até com as sondagens

    Estudo de opinião revelado quarta-feira à noite apresentava reviravolta nas intenções de voto. Empresa que o fez diz que os dados foram divulgados parcial e indevidamente e admite recorrer à Justiça