Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

É o Estado Islâmico ou um brinquedo sexual? A CNN não sabe bem

  • 333

A CNN ficou alarmada com a presença de uma bandeira do Estado Islâmico numa parada gay, em Londres, e apresentou o "exclusivo" aos telespectadores. O problema é que a bandeira era pouco ou nada árabe: só tinha miniaturas de brinquedos sexuais

Podia ser um daqueles segmentos humorísticos a fingir que são sérios do "Daily Show" de Jon Stewart, mas, infelizmente para a classe jornalística, aconteceu mesmo. A CNN teve , no sábado, um dia para esquecer, ao confundir uma bandeira cheia de miniaturas de brinquedos sexuais com uma bandeira do autodenominado Estado Islâmico (Daesh), numa parada gay, em Londres. A sério.

Durante seis minutos, o avistamento "preocupante", como foi qualificado, foi explicado em direto aos telespectadores pela jornalista Lucy Pawle, da CNN Internacional. "Nota-se claramente que não é árabe. Parece ter qualquer coisa escrita como 'gobbledegook'. Mas vê-se que é a bandeira do Daesh", disse Pawle. 

"Creio que fui a única pessoa a reparar na bandeira, não vi ninguém a falar sobre isso até agora", acrescentou a jornalista. O problema é que o "exclusivo" não era do que a CNN suspeitava. A bandeira é parecida à bandeira Daesh, sim, mas trata-se apenas de uma brincadeira, uma vez que os símbolos "árabes" são apenas dildos e outros brinquedos sexuais.

A CNN entretanto  retirou o vídeo do seu site (e não endereçou o assunto), mas uma parte do segmento já tinha sido colocado no YouTube por um telespectador.