Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Indonésia rejeita recurso de francês condenado à morte

  • 333

Serge Atlaoui, a 1 de abril passado, à chegada a um tribunal de Tangerang (província de Banten), onde interpôs recurso para tentar reverter a condenação à morte

BEAWIHARTA/REUTERS

Serge Atloui foi condenado em 2007, depois de ser apanhado a trabalhar num laboratório clandestino de droga. Um pedido de clemência foi recusado pelo Presidente indonésio e agora confirmado pelo Tribunal Administrativo de Jacarta

A justiça indonésia rejeitou esta segunda-feira o recurso final apresentado por um francês há vários anos no corredor da morte, por tráfico de droga. Serge Atloui, de 51 anos, foi condenado em 2007, depois de ter sido apanhado a trabalhar num laboratório clandestino. 

Com a França a pressionar a Indonésia, insurgindo-se contra a pena capital, o recurso seguiu-se à recusa de clemência do Presidente indonésio, Joko Widodo. O advogado de Serge considerou que o caso não tinha sido devidamente analisado, ainda que o Tribunal Administrativo estatal, em Jacarta, venha agora afirmar que não reverterá a decisão.

A execução do francês esteve agendada para abril, na mesma altura em que foi cumprida a sentença para um brasileiro, dois australianos e quatro nigerianos, também por crimes relacionados com droga. De forma algo inesperada, acabou por conseguir um adiamento, com as autoridades a permitirem a apresentação do recurso.

Apesar da pressão internacional e das chamadas de atenção da Amnistia internacional, 14 pessoas foram condenadas à morte em 2015 e quatro outras execuções deverão ainda acontecer na Indonésia.