Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Há mais de 100 anos que não acontecia: a nota de 10 dólares vai ter a cara de uma mulher

  • 333

Está anunciada, mas não entra já em circulação - e também ainda não se sabe de quem será o rosto da mulher eleita

Helena Bento

Jornalista

Pela primeira vez em 119 anos, a nota de dez dólares terá o rosto de uma mulher, informou esta quinta-feira o secretário de Estado do Tesouro norte-americano, Jacob Lew. 

Ainda não se conhece a identidade da figura histórica que vai aparecer na nota. Segundo Jacob Lew, citado pelo "El País", a decisão será tomada depois de consultada a opinião pública.  

A nova nota deverá ser posta em circulação daqui a cinco anos. Jacob Lew explicou que o desenho exige uma "planificação complexa" e que a incorporação de novos métodos contra a falsificação, bem como de elementos táteis, como está previsto, também obriga à elaboração de um plano rigoroso.

Martha Washington, esposa do Presidente norte-americano George Washington, foi a primeira mulher a ver o seu rosto estampado no certificado de prata de um dólar, entre 1891 e 1896.

Nas notas atualmente em circulação figuram os rostos de  George Washington, Thomas Jefferson, Abraham Lincoln, Andrew Jackson e Ulysses S. Grant, bem como o do primeiro secretário de Estado do Tesouro, Alexander Hamilton, e Benjamin Franklin. 

O anúncio chega pouco tempo depois de uma organização feminista norte-americana ter lançado uma campanha em que se apela ao uso de um rosto feminino nas notas de 20 dólares. O objetivo da organização, lê-se no site, é "convencer o Presidente Obama de que chegou a hora de colocar o rosto de uma mulher nas notas atuais". 

Foram entretanto lançadas algumas ideias pelos membros do coletivo. As escolhas recaem sobre Eleanor Roosevelt (esposa do presidente Franklin Delano Rossevelt e defensora dos direitos das mulheres, crianças e minorias), Harriet Tubman (escrava negra que se tornou uma das figuras centrais do abolicionismo) e Rosa Park (ativista contra a segregação racial).