Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

O “conservador sensato” diz que está pronto para governar a América

  • 333

JAMES GLOVER / Reuters

O terceiro Bush a alinhar-se na corrida para a presidência dos Estados Unidos é casado com uma mexicana e sabe falar fluentemente espanhol. A sua biografia diz que já era milionário aos 35 anos

Os seus opositores dentro do Partido Conservador acusam-no de ser demasiado moderado. John Ellis Bush (ou Jeb Bush segundo o seu nome de guerra) prefere considerar-se um “conservador sensato”.

Em “Fazendo a Diferença” - um dos vídeos que lançou antes da oficialização da sua candidatura às primárias, esta segunda feira - manifesta-se a favor dos direitos das mulheres, das minorias étnicas e das pessoas com deficiência.

“As minhas profundas crenças começam com a premissa de que os mais vulneráveis da nossa sociedade devem estar na linha da frente e não na de trás”, afirma Jeb Bush.


O segundo filho do antigo presidente Goerge H. W. Bush e irmão mais novo do antigo Presidente George W. Bush nasceu há 52 anos no Texas, mas optou por viver na Flórida, mais precisamente na cidade de Miami, onde lança agora a candidatura.

A sua mulher é natural do México e ele sabe falar fluentemente espanhol. Aos 25 anos foi enviado pelo Banco do Comércio do Texas para abrir delegações na Venezuela, tendo regressado depois aos Estados Unidos para ajudar o seu pai nas primárias de 1980, que acabariam por ser vencidas por Ronald Reagan. 

Depois voltou a Miami, onde trabalhou com um empresário de origem cubana. Aos 35 anos já era milionário, segundo é descrito na sua biografia.

É contra o casamento homossexual
“O seu salário inicial de 36 mil euros em 1981 escalou para 165 mil cinco anos mais tarde” refere o “Miami Herald”, indicando que quando se candidatou pela primeira vez ao cargo de governador o seu património já ascendia a dois milhões de euros. Viria a governar a Flórida entre 1999 e 2007. 

Teve uma firme posição contra os médicos que pretendiam remover os tubos de alimentação de Terri Schiavo, uma mulher que se mantinha em estado vegetativo há 15 anos. É contra o casamento homossexual e a sua posição em relação às questões ambientalistas situam-no também num espetro mais conservador.

CARLO ALLEGRI / Reuters

Nos últimos meses levou a cabo ações de pré-campanha para as primárias, ao longo da qual trabalhou para arranjar os 89 milhões de euros de financiamento que estabelecera como meta.

“Eu vejo um grande país à beira do seu maior século e eu estou pronto para liderar”, afirma num dos vídeos que divulgou na Internet.

Do lado do Partido Democrata, Hillary Clinton é um dos nomes a surgir entre os candidatos às primárias. Caso ambos vençam, as presidenciais de 2016 vão dar lugar uma reedição da disputa Bush-Clinton.