Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Hillary Clinton promete defender todos os americanos, "não apenas os que estão no topo"

  • 333

ANDREW GOMBERT

Para a candidata à presidência dos Estados Unidos, a prosperidade "não pode ser apenas para diretores executivos" e a democracia "apenas para os multimilionários e para as grandes empresas"

Helena Bento

Jornalista

Hillary Clinton garantiu este sábado que se for eleita Presidente dos Estados Unidos vai defender todos os norte-americanos, e não "apenas aqueles que se encontram no topo". 

A candidata à presidência, que discursava perante milhares de apoiantes, na ilha de Roosevelt, em Nova Iorque, atacou as políticas que têm beneficiado os mais privilegiados. "A prosperidade não pode ser apenas para diretores executivos e gestores de fundos de investimento. A democracia não pode ser apenas para os multimilionários e para as grandes empresas", referiu, citada pela BBC.

"É o entendimento básico dos Estados Unidos", disse ainda Hillary Clinton, que apareceu ao lado do seu marido, o antigo Presidente norte-americano Bill Clinton, e da filha. "Se vocês fizerem a vossa parte, serão capazes de seguir em frente, e quando toda a gente faz a sua parte, a América também é capaz de seguir em frente".

A ex-primeira-dama sublinhou que, numa altura em que os Estados Unidos estão a recuperar da crise, o exemplo que segue é o de Franklin Roosevelt, cujo legado "elevou o país e inspirou os presidentes posteriores", como Barack Obama e Bill Clinton.

Não foram reveladas quaisquer propostas políticas durante o comício deste sábado. Apesar disso, Clinton apresentou-se como defensora dos imigrantes, homossexuais, mulheres e famílias. Disse também que quer melhorar a educação e torná-la mais barata, e facilitar o acesso de toda a população à educação pré-escolar.