Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Afeganistão. Ataque talibã mata pelo menos 17 polícias

  • 333

O ataque, reivindicado pelos talibãs no país, provocou ainda três feridos, segundo um porta-voz da polícia. Movimento terrorista afirma que número de mortos é superior a 17: pelo menos 25 membros das forças de segurança terão ficado sem vida

Dezenas de rebeldes atacaram, esta noite, uma base da polícia no distrito de Mossaqala, na província de Helmand, no Afeganistão, provocando confrontos entre ambas as partes que se estenderam até às 04h00 locais (00h30 em Lisboa). Esses confrontos deixaram um saldo de cerca de 17agentes mortos e três feridos, segundo avança o chefe da polícia Mohammad Essa à agência Reuters. Para além destes, morreram dez insurgentes.

Vários veículos da polícia foram ainda destruídos e armas e um veículo roubados durante o ataque, que a imprensa internacional avança que foi reivindicado pelos talibãs. Os rebeldes afirmam que o número de mortos do lado das forças de segurança foi maior, apontando para 25. 

Recorde-se que o grupo fundamentalista islâmico têm vindo a atacar, este ano, várias posições governamentais no Afeganistão, tentando expandir a sua influência no país. Há dez dias, 11 polícias, sete soldados e cinco insurgentes morreram nesta mesma província num outro ataque talibã contra vários postos de controlo das forças de segurança. 

A NATO terminou no final de 2014 a sua missão no país, substituída em janeiro por uma operação de assistência e capacitação com cerca de quatro mil soldados. Para além desta, e como parte da missão antiterrorista no país, os Estados Unidos vão ainda manter destacados 9 800 militares até ao final de 2015.