Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Alemães reúnem-se para discutir futuro grego

  • 333

STEPHANIE LECOCQ/ EPA

Angela Merkel convocou o parlamento alemão para o mesmo dia em que, no Luxemburgo, o Eurogrupo tem agendada uma reunião

Dia 18 é (ou deve ser) o dia D para a Grécia. Agora foi Angela Merkel a convocar o parlamento alemão para discutir a situação do país. Coincidência, ou não, no mesmo dia o Eurogrupo tem encontro marcado no Luxemburgo, e também com o tema 'Grécia' em cima da mesa. 

"Quando queremos, conseguimos, mas a vontade tem de vir de todos os lados", afirmou a chanceler esta sexta-feira, citada pelo jornal grego "Kathemerini", referindo-se à negociações entre os parceiros europeus e Atenas. 

Na conferência de imprensa em Berlim, Merkel acrescentou ainda que "o mais importante é as negociações continuarem".  

"É o primeiro país europeu a fazer reformas estruturais", salientou a líder do governo germânico. Apelou ainda para que todas as partes se esforcem para alcançar resultados. "Os esforços individuais e a solidariedade devem trabalhar em conjunto na Europa. Isto deve aplicar-se a todos", rematou a chanceler.  

Angela Merkel tem sido uma das vozes a mostrar-se confiante sobre possibilidade do acordo entre credores e Atenas acontecer em breve. No início desta semana,  entre reuniões com Alexis Tsipras, primeiro-ministro grego, e François Hollande, Presidente francês, a chanceler alemã fez saber que a "Grécia tem de trabalhar intensamente e a todo o vapor", mas que "nos próximos dias resolveremos os restantes pontos pendentes".