Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Tribunal confirma sentença de chicotadas a Raif Badawi

  • 333

Raif continuará sujeito a uma pena de dez anos de prisão e a receber 1000 chicotadas

PAUL ZINKEN/EPA

O bloguista saudita, Raif Badawi, terá de cumprir a pena a que foi condenado em 2013, assim determina o Supremo Tribunal da Arábia Saudita

O Supremo Tribunal da Arábia Saudita manteve a sentença de 1000 chicotadas e dez anos de prisão ao bloguista e ativista Raif Badawi.

Badawi foi detido em 2012, acusado de ter insultado o Islão nas suas publicações online, e enfrentou em tribunal várias acusações, entre as quais a de apostasia (renúncia de crença religiosa). 

O caso do jovem de 31 anos desencadeou uma onda de solidariedade internacional e, em março, a monarquia saudita expressou "surpresa e desânimo" pela reação negativa do mundo face à punição aplicada a Badawi. 

O Ministério dos Negócios Estrangeiros saudita chegou a emitir um comunicado em que rejeitava qualquer tipo de interferência nos seus assuntos internos.

Badawi recebeu as primeiras 50 chicotadas em janeiro deste ano - que segundo ordens do tribunal deveriam ser infligidas ao longo de 20 semanas -, mas a sua débil condição de saúde e a pressão internacional resultaram no adiamento da sentença.