Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Morreu o número dois do regime de Saddam

  • 333

Courtney Kealy/ Getty Images

Tariq Aziz foi vice primeiro-ministro de Saddam Hussein. Encontrou-se com João Paulo II, rendeu-se às tropas americanas e era conhecido por estar sempre com óculos de massa e a fumar

Aos 79 anos, Tariq Aziz morreu esta sexta-feira numa prisão iraquiana, segundo a BBC que cita fontes anónimas das autoridades iraquianas. As causas da morte são ainda desconhecidas.

Aziz ficou conhecido como uma das caras do regime de Saddam Hussein, onde foi durante 24 anos vice-primeiro-ministro.  Era um dos poucos não sunitas em quem Saddam confiava. Era cristão, num governo e num país maioritariamente muçulmano. Em 2003, quando os Estados Unidos invadiram o Iraque, Aziz visitou o Vaticano para pedir ajuda ao Papa, na época João Paulo II. A tentativa foi em vão.

O Iraque foi invadido e, pouco antes da queda de Bagdad, o número dois de Saddam rendeu-se às tropas norte-americanas.

Chegou a ser condenado à morte, em 2010 pelo Supremo Tribunal, acusado de perseguição religiosa durante o regime de Saddam. O Presidente do Iraque nunca assinou o decreto de execução. 

Os óculos escuros e o gosto por cigarros eram a sua imagem de marca.