Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Marinha de Myanmar escolta embarcação com mais de 700 imigrantes

  • 333

Os imigrantes que seguem sob escolta para local desconhecido receberão assistência, água e comida, e posteriormente serão transferidos para o Bangladesh conforme o desejo que expressaram

SOE ZEYA TUN / REUTERS

O destino inicial do barco, que foi intercetado na passada sexta-feira no Mar de Andaman, não foi revelado

A Marinha de Myanmar está a escoltar a embarcação de pesca com 727 imigrantes, intercetada na sexta-feira da semana passada no Mar de Andaman, na costa tailandesa. Segundo o ministro da Informação, o barco segue para um destino seguro, ainda que não tenha sido precisado o local exato para onde este se encaminha.

Sem confirmar qual a nacionalidade dos imigrantes, Ye Htut adiantou que estes receberão assistência, água e comida. Serão posteriormente transferidos para o Bangladesh, conforme o desejo que expressaram.

Numa primeira declaração, o governo de Myanmar identificou os ocupantes do barco como bengalis, designação que engloba os rohingyas, uma minoria muçulmana não reconhecida pelo governo do país e que vários grupos de defesa dos Direitos Humanos dizem estar a ser alvo de uma limpeza étnica.