Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Índia. Calor mata pelo menos 500 pessoas

  • 333

PIYAL ADHIKARY / EPA

Em alguns pontos da Índia a temperatura do ar atingiu os 48 graus Celsius. As altas temperaturas devem continuar nos próximos dias.

Uma vaga de calor está a assolar a Índia e já provocou pelo menos 500 mortos. As altas temperaturas fazem-se sentir desde o final de abril, mas foi nas últimas duas semanas que começou a causar vítimas mortais.

A cidade de Allahabad, no Estado de Uttar Pradesh, foi o local mais quente, atingindo os 48 graus Celsius, enquanto em Nova Deli, a capital do país, as temperaturas estão um pouco acima dos 44 graus.

"A maioria das vítimas são pessoas que estiveram diretamente expostas ao sol. São sobretudo pessoas com 50 ou mais anos e das classes trabalhadores”, avança P. Tulsi Rani, do departamento de gestão de catástrofes de Andhra Pradesh, citado pelo canal britânico BBC.

O Estado de Andhra Pradesh, no sul do país,é o que apresenta maior número de vítimas. Só aqui registaram-se 246 mortos na última semana e 62 desde domingo, avança fonte oficial citada pela BBC.

Os táxis sem ar-condicionado não podem circular pelas ruas da capital do Estado, Kolkata, depois de dois taxistas terem morrido ao volante. As autoridades apelam a que a população permaneça dentro de casa e beba muitos líquidos. 

As condições meteorológicas devem permanecer por mais alguns dias. A justificação para a vaga de calor é a ausência de chuva.