Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Menos afluência às urnas em Espanha

  • 333

As eleições municipais espanholas decorrem com normalidade. Até às 14h30 a taxa de afluência às urnas era de 34,78%, menos um ponto percentual do que há quatro anos.

As eleições municipais espanholas de hoje registavam, até às 14h30 (menos uma hora em Lisboa), uma participação de eleitores de 34,78%, menos um ponto percentual do na eleição de 2011, indicou o Ministério do Interior espanhol.

O dado, que consta no site eleitoral do Ministério do Interior, foi confirmado em conferência de imprensa pela secretária de Estado espanhola da Comunicação, Carmen Martínez Castro, e o subsecretário do Ministério do Interior, Luis Aguilera. Os mesmos responsáveis afirmaram que se mantém o clima de "absoluta normalidade" no ato eleitoral.

Esta taxa de participação respeita apenas às eleições municipais, que decorrem em toda a Espanha e que são responsabilidade dos órgãos centrais. Em 2011, às 14h30 já tinham votado nas municipais 35,81% dos eleitores.

Nas eleições autonómicas (em 13 das 17 regiões espanholas), organizadas pelos governos regionais, os dados de participação são fornecidos pelas próprias autonomias.

Por exemplo, na Comunidade de Madrid, a participação até às 13h00 era de 24,81 por cento, ou seja 0,24 pontos percentuais mais do que à mesma hora nas eleições de 2011.

Quase 35 milhões de eleitores em Espanha, entre os quais 20 mil portugueses, vão hoje às urnas para votar nas eleições municipais e autonómicas espanholas, num novo teste à força de partidos emergentes, como o Podemos e o Ciudadanos, face ao bipartidismo do PP (no poder) e do PSOE.

As eleições de hoje incluem não só as municipais - nas quais poderão votar 34,5 milhões de espanhóis e 463,6 mil estrangeiros residentes em Espanha -, mas também eleições autonómicas em 13 das 17 comunidades. 

As comunidades autónomas que vão escolher novo governo regional são: Aragão, Principado de Astúrias, Ilhas Baleares, Canárias, Cantábria, Castilla-La Mancha, Castilla e Leão, Comunidade Valenciana, Extremadura, Comunidade de Madrid, Região de Múrcia, Comunidade Foral de Navarra e La Rioja.

As assembleias de voto fecham às 20h na Espanha peninsular (menos uma hora em Lisboa) e às 21h nas Ilhas Canárias.