Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Iraque. Estado Islâmico recua perto de Ramadi, recupera controlo na fronteira

  • 333

HAIDAR HAMDANI / AFP/ Getty Images

As forças iraquianas lançaram este sábado uma contraofensiva e já conseguiram recuperar uma parte do território nas imediações de Ramadi. Militantes jiadistas consolidam controlo na fronteira entre o Iraque e a Síria.

"Hoje, recuperámos o controlo de Husaiba al-Sharqiya e estamos a planear mais avanços para expulsar os jiadistas do Daesh para mais longe", afirmou à Reuters Amir al-Fahdawi, líder de uma tribo local, referindo-se ao facto das forças governamentais terem recuperado a cidade a dez quilómetros de Ramadi, este domingo, das mãos do autodenominado Estado Islâmico (Daesh).  

Amir al-Fahdawi sublinha ainda que "a moral das forças pró-governamentais está elevada, depois da chegada de reforços e munições". E mostra-se otimista em relação a um avanço futuro "para recuperar o controlo de Ramadi".  

As declarações esperançosas de al-Fahdawi surgem no mesmo dia em que o secretário da Defesa dos Estados Unidos (EUA), Ashton Carter, criticou as forças armadas iraquianas pela queda de Ramadi, desde há cerca de uma semana nas mãos do Daesh. 

"O que aconteceu em Ramadi foi um fracasso das forças iraquianas", insistiu este domingo, em entrevista à CNN. Ashton Carter garantiu que "as forças iraquianas simplesmente não mostraram vontade de lutar" e sublinhou que, embora os EUA as possam treinar e dar equipamento, "obviamente não" lhes podem "dar a vontade de lutar".  

Avanço na fronteira entre Síria e Iraque 
Também na madrugada de este domingo os jiadistas conseguiram tomar o posto fronteiriço de Al-Walid, na província de Al-Anbar, consolidando o controlo da fronteira entre o Iraque e a Síria - uma vez que o Daesh controla já outro posto fronteiriço.  

Na sexta-feira, o grupo extremista já tinha conseguido avançar sobre o posto fronteiriço, a partir de território sírio, assumindo este domingo controlo total sobre o mesmo. Com este novo avanço do lado iraquiano, os jiadistas dominam assim duas das principais estradas entre a província iraquiana de Al-Anbar e a Síria. 

Para além do avanço no Iraque, na vizinha Síria os jiadistas já controlam cerca de metade do território, após esta semana terem conquistado totalmente a cidade de Palmira. Este fim-de-semana, soube-se da ocorrência de um massacre na cidade síria de Palmira, com o assassinato de 400 mulheres e crianças.