Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Casamento gay aprovado na Irlanda

  • 333

FOTO Cathal McNaughton

Mais de 62% dos irlandeses votaram a favor da união entre casais do mesmo sexo. Ativistas falam num "dia histórico".

Os irlandeses não tiveram dúvidas. Num referendo histórico, a Irlanda aprovou na sexta-feira o casamento gay com mais de 1,2 milhões de cidadãos a dizerem "sim" às uniões entre casais do mesmo sexo.

Cerca de 62% dos irlandeses votaram a favor, enquanto 37% votaram contra o casamento homossexual, segundo os resultados divulgados esta tarde.

O "não" venceu apenas em Roscommon-Sul Leitrim, por estreita margem com 51,4% dos votos.  

O chefe do Governo irlandês, Enda Kenny, declarou que a Irlanda é um "pequeno país com uma grande mensagem de igualdade" para o mundo, refere a BBC.

O ministro irlandês da Saúde, Leo Varadkar, também já se congratulou com o resultado, defendendo que a Irlanda pode transformar-se num "farol de luz" para o resto do mundo no que diz respeito à liberdade e à igualdade."É um dia histórico para a Irlanda", afirmou o governante citado pelo jornal "Irish Times".

O presidente do Sinn Fein, Gerry Adams, aplaudiu igualmente a vontade popular: "Há duas Irlandas: a Irlanda da elite e a Irlanda escondida. E hoje a Irlanda escondida falou."

As associações homossexuais falam por sua vez num "dia histórico" para o país.

Assim que foram divulgadas as primeiras projeções, milhares de irlandeses saíram às ruas para comemorar a vitória do "sim", sobretudo junto ao Castelo de Dublin, com as cores da bandeira gay.

A Irlanda - que só descriminalizou a homossexualidade em 1993 - torna-se assim no primeiro país a legalizar o casamento gay através da consulta popular.