Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Há um problema de saltos altos em Cannes

  • 333

YVES HERMAN / Reuters

As redes sociais revoltaram-se com uma notícia sobre o festival, a organização diz que não há motivos para revolta - é tudo rumor. A imprensa britânica diz que não, que é mesmo verdade. Nota: esta história envolve sapatos e sabrinas.

É certo e sabido que além de uma prestigiada competição de cinema, o Festival de Cannes é uma cerimónia onde a arte de bem (e caro) vestir é muito valorizada. As estrelas que desfilam na passadeira vermelha são alvo de escrutínio pelo que vestem e agora pelo que não usam.

Uma mulher, no passado domingo, foi alegadamente impedida de entrar numa sala que projetava Carol”, filme de Todd Haynes, porque não estava a usar saltos altos. Este não é caso único, segundo avança a revista britânica Screen International. “Diversos convidados, alguns mais velhos e com dificuldade de mobilidade, tiveram o acesso negado à estreia dos filmes por estarem a usar sabrinas.”

A organização apressou-se a negar a história. “O rumor de que o festival exige saltos altos para as mulheres não tem fundamento”, lê-se na conta do Twitter de Thierry Fremaux, diretor do evento.

O que é certo é que nas redes já há apelos para que no próximo ano nenhuma mulher calce sapatos de salto alto durante o festival.