Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Terra voltou a tremer no Nepal

  • 333

O pânico voltou a tomar conta das ruas no Nepal

FOTO EPA/MAST IRHAM

Um forte tremor de terra, de magnitude 7,3, voltou a ser sentido esta terça-feira no Nepal. Milhares de pessoas fugiram para a rua com receio da repetição da tragédia que há semanas fez mais de oito mil mortos.

Duas semanas e meia depois, a terra voltou a tremer com muita intensidade no Nepal. Um sismo de magnitude 7.3 abalou esta terça-feira o país, com o epicentro localizado a cerca de 83 km de Katmandu e a 68 km a oeste da cidade de Namche Bazar, próximo do Monte Evereste, que após o dia 25 de abril foi evacuado na sequência do terramoto que causou mais de oito mil mortos - 18 deles alpinistas.

O Instituto Geológico dos EUA tinha avançado inicialmente uma magnitude de 7.1, tendo atualizado depois para 7.3. 

"Este abalo foi mesmo muito forte", relatou à Reuters Prakash Shilpakar, um comerciante local em Katmandu.

Milhares de pessoas fugiram para as ruas, enquanto as lojas fecharam face ao receio de novas réplicas que já somam quatro após o sismo. Não há registo até ao momento de edifícios danificados ou feridos no Nepal na sequência do abalo. 

Segundo um repórter da BBC,  o sismo teve uma duração de cerca de 25 segundos arrancando choro e gritos à população que receava uma nova tragédia, numa altura em que o país prossegue com os trabalhos de reconstrução. 

Entretanto, o aeroporto de Katmandu foi encerrado e as autoridades apelam à população para se manter nas ruas por questões de segurança.

O abalo foi sentido também no norte da Índia e na capital Nova Déli. Entretanto, os habitantes da cidade indiana de Siliguri, junto da fronteira com o Nepal, relatam estragos em dois edifícios, refere a Reuters.

No passado dia 25 de abril, o sismo que fez tremer o Nepal registou uma magnitude de 7.8, causando 8046 mortos e mais de 17.800 feridos.

[Em desenvolvimento]