Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Tornado no Texas causa dois mortos e mais de 20 feridos

  • 333

Uma residente na localidade de Van, no Texas, tenta resgatar alguns bens pessoais no meio dos escombros da sua casa, que ficou completamente esventrada à passagem do tornado

LARRY W. SMITH/EPA

Último balanço dá conta da morte de duas pessoas num parque de campismo, na sequência do tornado que devastou cerca de 30% de uma cidade do leste do Texas.

Um forte tornado atingiu este fim de semana o estado norte-americano do Texas e as cidades nos arredores, causando pelo menos dois mortos e mais de duas dezenas de feridos. As autoridades decretaram estado de alerta. 

Inundações, ventos fortes e um estado em alerta. No último fim de semana, um tornado atingiu o estado norte-americano do Texas e algumas cidades localizadas nos arredores, tendo causado pelo menos dois mortos e duas dezenas de feridos. 

As autoridades tinham anunciado, este domingo, a existência de um único morto. Contudo, um último balanço dá conta da morte de duas pessoas num parque de campismo, na sequência do tornado que devastou cerca de 30% de uma cidade do leste do Texas.

As mortes foram confirmadas em Nashville – cidade perto da fronteira entre Texas e Oklahoma – pelo porta-voz do departamento de gestão de emergência, Rick Fahr, que confirmou a existência de “fortes rajadas de vento e inundações”, acrescentando que pelo menos duas pessoas foram hospitalizadas, em estado grave, devido às condições adversas. 

Passava pouco da 1h20 da madrugada [hora local] quando as autoridades de Nashville decretaram um alerta de furacão.

Também na cidade Van Zandt, no Texas, foram hospitalizadas pelo menos 26 pessoas na sequência da passagem do tornado. “Danos pesados” foi a expressão utilizada pelo porta-voz do departamento de emergência local para descrever o cenário deixado pelo tornado. “Os estragos vão de casas completamente destruídas a casas danificadas, de árvores a postos de eletricidade no chão”, acrescentou Chuck Allen, coordenador de gestão de emergências em Van Zandt.

“A casa tinha desaparecido”

A situação obrigou as autoridades a emitir um estado de alerta, pedindo às pessoas que se mantivessem longe das áreas danificadas e deixassem as equipas de busca e salvamento fazerem o seu trabalho. “Assim que abri a porta, bum!, ventos altos, ventos fortes e chuva”, afirmou um morador da cidade, em declarações aos media locais, acrescentando que não tardou em perceber que “a casa tinha desaparecido”. 

Cerca de 100 pessoas foram abrigadas numa igreja, recebendo indicações para não abandonarem o local. Durante a manhã desta segunda-feira, as equipas de emergência andarão de porta em porta para prestar auxílio aos moradores. “Uma vez que temos a luz do dia, seremos capazes de identificar áreas afetadas e levar técnicos para verificar as casas e todos os indivíduos que necessitem de assistência médica”, esclarecem.