Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Mubarak condenado a três anos de prisão por corrupção

  • 333

Amr Abdallah Dalsh / Reuters

Não ficou claro se a sentença considera o tempo já passado na prisão. Mubarak e os filhos foram presos em 2011, meses depois de Mubarak ter sido deposto por um levantamento popular, após décadas no poder.

Um tribunal egípcio condenou este sábado o ex-presidente Hosni Mubarak e os dois filhos a três anos de prisão por corrupção, noticia a agência France Presse. Mubarak e os filhos Allaa e Gamal foram apresentados a tribunal numa cela, usando fatos e óculos escuros. 

Os advogados do ex-presidente podem recorrer do veredicto. Já havia uma condenação anterior pelas mesmas acusações, mas um tribunal de recurso anulou a sentença e determinou a realização de novo julgamento. 

Não ficou logo claro se a sentença considera o tempo já passado na prisão. Os três arguidos foram presos em 2011, meses depois de Mubarak ter sido deposto por um levantamento popular, após décadas no poder.

Mubarak acenou aos seus apoiantes nas bancadas antes de o juiz ler a sentença. Foram também multados em 125 milhões de libras (171,9 milhões de euros), a quantia que foram acusados de desviar de fundos para a manutenção de palácios presidenciais. Têm também de devolver 21 milhões de libras (28,8 milhões de euros), determinou o tribunal.

Mubarak vai voltar ao hospital militar do Cairo, onde tem passado muito tempo desde a detenção.