Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Abatido líder da Al-Qaeda que reivindicou ataque ao "Charlie Hebdo"

  • 333

Nasser bin Ali al-Ansi foi morto num ataque aéreo dos Estados Unidos.

Nasser bin Ali al-Ansi foi abatido num ataque dos Estados Unidos ao Iémen, através de drones, segundo avançam esta quinta-feira a "CNN" e o "Daily Mail", citando um vídeo que a Al-Qaeda publicou no Twitter. O grupo de inteligência que monitoriza a atividade online das organizações jiadistas, SITE, descreve Nasser bin Ali al-Ansi como um alto-comandante e estratega militar da al-Qaeda da Península Arábica (AQAP). 

Nasser bin Ali al-Ansi foi abatido durante os ataques aéreos norte-americanos que ocorreram entre 21 e 22 de abril de este ano, juntamente com o seu filho mais velho e outros combatentes, na cidade portuária de Mukalla. Já nessa altura, testemunhas no local apontaram para um ataque de um drone a um veículo estacionado perto do palácio presidencial, onde estariam seis supostos militantes da Al-Qaeda.

O alto-comandante da AQAP surgiu num vídeo divulgado a 14 de janeiro a reivindicar o ataque ao "Charlie Hebdo". Além disso, apareceu noutros vídeos onde reivindicava a captura e morte do refém norte-americano Luke Somers.