Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Reino Unido. O candidato que não votou em si próprio

  • 333

Mais: de certa forma, apelou a que os eleitores fizessem o mesmo. "Se sente Verdes no seu coração, então vote em mim, mas é mais importante que não tenhamos um governo conservador."

James Parker é candidato à Câmara dos Comuns do partido Verdes, pelo círculo de Eltham, no sul de Londres - e é pouco provável que esta quinta-feira tenha votado em si mesmo, segundo avança o "Guardian". 

"Se está a votar Verdes em Eltham como protesto, vote em Clive Efford, o candidato do Partido Trabalhista", afirmou Parker ao jornal britânico, referindo-se às eleições legislativas desta quinta-feira no Reino Unido. "Se sente Verdes no seu coração, então vote em mim, mas é mais importante que não tenhamos um governo conservador".  

Parker apela assim ao voto útil, no Partido Trabalhista, numa tentativa de derrotar os "Tories". Mas não deixa de reconhecer que gostava de ver um "Governo trabalhista com influência dos Verdes".  

"Penso que como partido devíamos ter trabalhado esta relação de forma mais tática", afirma James Parker, sublinhando que se os Verdes e o partido de Ed Miliband tivessem trabalhado em conjunto, a situação atual poderia ser diferente"Gostava de nos ver a trabalhar em conjunto", remata. "A esquerda não deve entrar em competições baseadas em interesses próprios". 

As últimas sondagens colocam o partido de David Cameron e o de Ed Miliband com um empate técnico, com 33% das intenções de voto (ainda que existam outras que deem uma vantagem de 1% aos conservadores sobre os trabalhistas e vice-versa). As previsões apontam para 4% dos votos a serem arrecadados pelos Verdes.