Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Quatro alegados extremistas detidos na Alemanha

  • 333

Manifestação do Pegida, grupo de extrema-direita, na cidade alemã de Dresden

ROBERT MICHAEL / AFP

Os três homens e uma mulher preparavam-se para atacar símbolos islâmicos em todo o país e pertenciam a um grupo recém-formado de extrema-direita.

Três homens e uma mulher foram detidos pelas autoridades alemãs por, alegadamente, planearem ataques contra centros de asilo, mesquitas e membros conhecidos da comunidade islâmica, informou a Procuradoria Federal alemã.

Os quatro indivíduos, que tinham explosivos em sua posse, são acusados de terem criado um grupo de extrema-direita - a Sociedade Oldschool (OSS) -, com o intuito de organizar ataques terroristas em várias zonas da Alemanha. 

Mais de duas centenas de agentes da polícia germânica participaram nas buscas em cinco estados do país, incluindo na Saxónia, onde os extremistas foram detidos.

Os quatro indivíduos foram identificados como cidadãos alemães: Andreas H., de 56 anos, Markus W., de 39, Denise Vanessa G., de 22, e Olaf O., de 47. Os dois primeiros foram identificados pelo Ministério do Interior alemão como presidente e vice-presidente do recém-formado grupo de extrema-direita.

Durante a conferência de imprensa sobre a detenção dos quatro suspeitos, Roger Lewentz, ministro do Interior do estado da Renânia-Palatinado, segurava nas mãos o que aparentava ser o logotipo do grupo: uma caveira branca sobre um fundo preto ladeada por sangrentos cutelos de talho e raios semelhantes às runas das SS nazis. "As runas das SS estão lá e isso não é por acaso", disse Lewentz.

O ministro do Interior, Thomas de Maziere, chamou a atenção para o aumento de crimes violentos de grupos de extrema-direita. Segundo um relatório publicado esta quarta-feira os valores de 2014 são três vezes superiores aos de 2013. O documento sugere que o aumento poderá estar relacionado com os protestos anti-islâmicos do autodenominado grupo PEGIDA (Europeus Patriotas contra a Islamização do Ocidente).