Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Mediterrâneo. 3700 imigrantes salvos este fim de semana

  • 333

Os imigrantes tentam chegar às costas de Itália em pequenos barcos sobrelotados

José Carlos Carvalho

O bom tempo convida cada vez mais imigrantes a tentarem atravessar o Mediterrâneo. A Guarda Costeira italiana não tem mãos a medir.

A Guarda Costeira italiana informou que foram resgatados perto de 3700 imigrantes que tentavam chegar a Itália, no sábado e domingo de manhã.     

Um porta-voz das autoridades italianas informou ainda que o salvamento foi efetuado por dois navios, um italiano e um francês, em 17 operações distintas. As operações de busca e salvamento vão continuar este domingo.    

Todos os imigrantes resgatados foram levados para centros de acolhimento em Itália, incluindo para a ilha italiana de Lampedusa, situada no meio do mar Mediterrâneo.    

De acordo com os números divulgados pela Organização Internacional para as Migrações 30 mil imigrantes poderão morrer este ano no Mediterrâneo. A verificar-se esta previsão, tratar-se-á de um aumento dramático em relação ao número de vítimas mortais de 2014 - 3279 não sobreviveram à travessia.     

Nos primeiros quatro meses de 2015, pelo menos 1750 pessoas morreram sem conseguirem chegar a solo europeu.    

Apesar das medidas avançadas pela UE após a reunião de emergência, em Bruxelas, no final do mês passado, de triplicar o financiamento das operações de busca e salvamento e afundar os barcos dos traficantes ainda no porto líbio, muitos mais homens, mulheres e crianças deverão tentar a travessia nos próximos dias, ou mesmo meses, aproveitando uma melhoria nas condições climatéricas.