Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

100 noivas vietnamitas desaparecidas na China

A polícia chinesa está a investigar o caso de mais de 100 noivas vietnamitas que desapareceram depois do cssamento com chineses de zonas rurais.

Mais de uma centena de mulheres vietnamitas desapareceram de aldeias rurais na província de Hebei, no norte da China, depois do casamento com homens da localidade, segundo informa a BBC. 

As noivas tinham sido apresentadas aos homens por uma casamenteira vietnamita, Wu Meiyu, que recebeu pagamentos de mais de 100.000 yuan (cerca de 13 mil euros). A compra de mulheres no estrangeiro é uma prática cada vez mais popular em algumas zonas rurais da China devido ao grande desequilíbrio de géneros. 

A 20 de novembro, depois de conhecerem os seus maridos, as noivas apelaram a uma refeição todas juntas e desde essa data que permanecem desaparecidas. Os maridos dirigiram-se a casa de Wu Meiyu para pedir esclarecimentos, mas também a casamenteira tinha desaparecido juntamente com as mulheres. 

O diário local "Jinghua Daily" relata a única notícia sobre o paradeiro das noivas, afirmando que apenas uma delas havia regressado. Depois da refeição, a mulher alega ter perdido os sentidos e acordado mais tarde numa aldeia distante da do marido. Apesar de lhe terem dito que a levariam para outro local para se encontrar com o marido, conseguiu fugir e regressar à aldeia para denunciar a situação à polícia.  

Segundo a BBC, uma fonte oficial não identificada afirma haver suspeitas de que um grupo de crime organizado possa estar envolvido no desaparecimento das noivas.