Siga-nos

Perfil

Expresso

Internacional

Político belga encontrado morto após acusação de violação

  • 333

Robert Stevaert, ex-líder do Partido Socialista Flamengo, preparava-se para enfrentar uma acusação de violação de uma mulher que conhecera num programa de televisão. 

Robert Stevaert, um dos mais conhecidos políticos belgas, ex-líder do Partido Socialista Flamengo, foi esta quinta-feira encontrado morto, afogado num canal da cidade de Hasselt, na Bélgica. 

Stevaert preparava-se para enfrentar em tribunal uma acusação de violação de uma mulher que conhecera num programa de televisão. O crime foi alegadamente cometido em 2010, mas Robert Stevaert sempre negou as acusações.

Um inquérito policial foi mantido em segredo até quinta-feira, dia em que Robert Stevaert foi informado de que deveria comparecer em tribunal para responder à acusação de violação sexual.

Procuradores da cidade de Hasselt afirmaram que o seu corpo foi resgatado de um canal, depois de a bicicleta em que circulava ter sido encontrada a poucos metros do local. "Partimos do princípio de que se trate de um caso de suicídio", afirmou um porta-voz, citado pelo jornal britânico "The Guardian".

Proprietário de um bar desde longa data, Robert Stevaert foi prefeito da cidade e governador regional até 2009. Era conhecido por "Steve Sunt", tendo em conta o seu discurso político e medidas consideradas "populistas".

Elio Di Rupo, líder do Partido Socialista de língua francesa, que foi primeiro-ministro belga até 2014, revelou-se "chocado" com a morte de Stevaert, e instou as autoridades a prestar mais esclarecimentos sobre o caso.